Lista de Reis de Portugal



:. Esta lista compreende todos os Reis, desde a independência do condado portucalense em relação ao reino de Leão, em 1139, até à implantação da república portuguesa, em 5 de outubro de 1910. .:




Esta lista compreende todos os Reis, desde a independência do condado portucalense em relação ao reino de Leão, em 1139, até à implantação da república portuguesa, em 5 de outubro de 1910.

Lutando contra os cristãos de Leão e Castela e os muçulmanos, Afonso Henriques conseguiu uma importante vitória contra os Mouros na Batalha de Ourique, em 1139, e declarou a independência. Nasceu assim, em 1139, o reino de Portugal e sua primeira dinastia, com o rei Afonso I de Borgonha (Afonso Henriques).

 

O Condado Portucalense foi um território compreendido entre o Tejo e o Minho que foi entregue ao governo do conde D. Henrique no período da Reconquista Cristã. Mais tarde, com D. Afonso Henriques, filho de D. Henrique, o Condado Portucalense estaria na origem do reino independente de Portugal.

A Reconquista Cristã designa as campanhas militares contra os exércitos árabes que ocuparam a quase totalidade do território da Península Ibérica, das quais surgiu o Reino de Portugal.
Com início no século VIII, as batalhas pelas terras ibéricas têm inicio quando os visigodos cristãos, liderados por Pelágio, decidem enfrentar os muçulmanos numa tentativa de recuperação dos territórios perdidos aquando da invasão árabes por volta do ano 711.

Após as primeiras vitórias, a norte da península, começam as ser fundados vários reinos cristãos, nomeadamente o das Astúrias, o de Leão e o de Navarra. No entanto, as discórdias entre os chefes cristãos resultariam num enfraquecimento que seria aproveitado pelos árabes para voltarem a ocupar territórios antes perdidos. Destes avanços e recuos resulta a morosidade e a complexidade do processo da Reconquista. 

 

 

 

Condado Portucalense

Condes Portucalenses: Casa de Borgonha

Nome Inicio Fim

Cognomes

D. Henrique 1096 1112  
D. Teresa 1112 1128  
D. Afonso Henriques 1128 27 de Julho de 1139 O Conquistador, O Fundador, O Grande

 

Reino de Portugal - Reis

Nome Inicio Fim

Cognomes

1.ª Dinastia – Dinastia de Borgonha / Dinastia Afonsina

D. Afonso I 27 de Julho de 1139 6 de Dezembro de 1185 O Conquistador, O Fundador, O Grande
D. Sancho I 6 de Dezembro de 1185 27 de Março de 1211 O Povoador
D. Afonso II 27 de Março de 1211 25 de Março de 1223 O Gordo, O Crasso, O Gafo, O Legislador
D. Sancho II 25 de Março de 1223 11 de Junho de 1247 O Capelo, O Piedoso, O Pio
D. Afonso III 3 de Janeiro de 1248 16 de Fevereiro de 1279 O Bolonhês
D. Dinis I 16 de Fevereiro de 1279 7 de Janeiro de 1325 O Lavrador, O Rei-Trovador, O Rei-Poeta, O Rei-Agricultor
D. Afonso IV 7 de Janeiro de 1325 28 de Maio de 1357 O Bravo
D. Pedro I 28 de Maio de 1357 18 de Janeiro de 1367 O Justiceiro, O Cruel, O Cru, O Vingativo, O Tartamudo, O Até-ao-Fim-do-Mundo-Apaixonado
D. Fernando I 18 de Janeiro de 1367 22 de Outubro de 1383 O Formoso, O Belo, O Inconstante, O Inconsciente

Interregno (1383 - 1385)

D. Leonor Teles de Menezes 22 de Outubro de 1383 13 de Janeiro de 1384 Exerce a regência nos termos do tratado de Salvaterra
D. João, mestre de Avis 16 de Dezembro de 1383 6 de Abril de 1385  

2.ª Dinastia – Dinastia de Avis / Dinastia Joanina

D. João I 6 de Abril de 1385 14 de Agosto de 1433 O de Boa Memória
D. Duarte I 14 de Agosto de 1433 9 de Setembro de 1438 O Eloquente, O Rei-Filósofo
D. Afonso V 9 de Setembro de 1438 11 de Novembro de 1477 O Africano
D. João II 11 de Novembro de 1477 15 de Novembro de 1477 O Príncipe Perfeito, O Tirano
D. Afonso V (2.º reinado) 15 de Novembro de 1477 28 de Agosto de 1481 O Africano
D. João II (2.º reinado) 28 de Agosto de 1481 25 de Outubro de 1495 O Príncipe Perfeito, O Tirano
D. Manuel I 25 de Outubro de 1495 [1] 13 de Dezembro de 1521 O Venturoso, O Bem-Aventurado, O Pomposo
D. João III 13 de Dezembro de 1521 11 de Junho de 1557 O Piedoso, O Pio
 D. Sebastião I 11 junho de 1557  31 janeiro de 1578   O príncipe desejado
D. Henrique I 27 de Agosto de 1578 31 de Janeiro de 1580 O Casto, O Cardeal-Rei, O Eborense/O de Évora
Conselho de, Governadores, do Reino de, Portugal 31 de Janeiro de 1580 17 de Julho de 1580 [2]  

3.ª Dinastia – Casa de Habsburgo / Dinastia Filipina / Casa de Áustria

Filipe I 17 de abril de 1581 [4] 13 de Setembro de 1598 O Prudente
Filipe II 13 de Setembro de 1598 31 de Março de 1621 O Pio, O Piedoso
Filipe III 31 de Março de 1621 1 de Dezembro de 1640 O Grande

4.ª Dinastia – Dinastia de Bragança / Dinastia Brigantina

D. João IV 15 de Dezembro de 1640 6 de Dezembro de 1656 O Restaurador, O Afortunado
D. Afonso VI 6 de Dezembro de 1656 12 de Setembro de 1683 O Vitorioso, O Prisioneiro
D. Pedro II 12 de Setembro de 1683 9 de Dezembro de 1706 O Pacífico
D. João V 1 de Janeiro de 1707 31 de Julho de 1750 O Magnânimo, O Magnífico, O Rei-Sol Português, O Freirático
D. José I 31 de Julho de 1750 24 de Fevereiro de 1777 O Reformador
D. Maria I 24 de Fevereiro de 1777 20 de Março de 1816 A Piedosa (em Portugal), A Louca (no Brasil)
D. Pedro III 24 de Fevereiro de 1777 5 de Março de 1786 O Capacidónio, O Sacristão, O Edificador
D. João VI 20 de Março de 1816 10 de Março de 1826 O Clemente
D. Pedro IV 26 de Abril de 1826 2 de Maio de 1826 O Rei-Soldado, O Rei-Imperador, O Libertador
D. Maria II (1.º reinado) 2 de Maio de 1826 11 de Julho de 1828 A Educadora, A Boa-Mãe
D. Miguel I 11 de Julho de 1828 26 de Maio de 1834 O Rei Absoluto, O Absolutista, O Tradicionalista, O Usurpador
D. Maria II (2.º reinado) 20 de Setembro de 1834 15 de Novembro de 1853 A Educadora, A Boa-Mãe
D. Fernando II 16 de Setembro de 1837 15 de Novembro de 1853 O Rei-Artista
D. Pedro V 15 de Novembro de 1853 11 de Novembro de 1861 O Esperançoso, O Bem-Amado, O Muito Amado
D. Luís I 11 de Novembro de 1861 19 de Outubro de 1889 O Popular, O Bom, O Rei-Marinheiro
D. Carlos I 19 de Outubro de 1889 1 de Fevereiro de 1908 [6] O Diplomata, O Martirizado, O Mártir, O Oceanógrafo, O Rei-Pintor
D. Manuel II 1 de Fevereiro de 1908 5 de Outubro de 1910 O Patriota, O Desventurado, O Estudioso, O Bibliófilo, O Rei-Saudade

I república 

Cognomes

Autor: luis Filipe
Data: 2012-05-08