Códigos Postais de Portugal Índices - bolsa de lisboa - cotações - psi20 Farmácias de Serviço online
Expresso RTP Público C. Manhã D. Notícias J. Negócios D. Economico Deco TSF Exame Horoscopo Record Jornal I Emprego news Artigos


Últimos artigos
Rankings das escolas do ensino básico 2016 - Educação
Rankings das escolas secundárias 2016 - Educação
O que é a reflação? - Economia
O que é o prémio "Europeu do Ano"? - Gerais
Quem é Kristalina Georgieva? - Personalidades
Voo MH17 - Resultados do inquérito ao abate do avião - Gerais
Apontamentos sobre Rodavan Karadzic - Personalidades
Quem foi Antonio Stradivari? - Personalidades


Quem foi Vasco Fernandes? - Personalidades
Quem foi Horatio Nelson? - Personalidades
Quem foi Madame Tussaud? - Personalidades
Quem foi Christopher Wren? - Personalidades
Quem foi Napoleão Bonaparte? - Personalidades
O que foi a Batalha de Waterloo? - História
Quem foi Arthur Colley Wellesley - Duque de Wellington? - Personalidades

Serviço de finanças

Telefone e emails dos serviços de finanças

Serviço de bombeiros

Centros de saúde





Freguesias


Aveiro


Beja


Braga


Bragança


Castelo Branco


Coimbra


Évora


Faro


Guarda


Leiria


Lisboa


Portalegre


Porto


Santarém


Setúbal


Viana do Castelo


Vila Real


Viseu


Funchal


Ponta delgada


Horta


Angra do Heroísmo


Petróleo Brent

Quem foi Margaret Thatcher a Dama de Ferro?



:. Filha de um pequeno comerciante foi primeira-ministra do Reino Unido durante 11 anos(de 1979 a 1990). Confira aqui as datas marcantes da vida de Margaret Thatcher, que hoje (2013-04-08) morreu, aos 87 anos de idade. .:



Autor: Luís Filipe
Data: 2013-04-08


Filha de um pequeno comerciante ,Margaret Thatcher, foi primeira-ministra do Reino Unido durante 11 anos(de 1979 a 1990). Confira aqui as datas marcantes da vida de Margaret Thatcher, que hoje (2013-04-08) morreu, aos 87 anos de idade.

Nas eleições gerais de 1959 no Reino Unido, Margaret Thatcher, foi eleita parlamentar pela região de Finchley. Edward Heath nomeou Thatcher secretária do Departamento de Educação e Habilidades no seu governo de 1970. Em 1975 foi eleita líder do Partido Conservador, sendo a primeira mulher a liderar um dos principais partidos do Reino Unido, e em 1979 tornou-se a primeira mulher a ser primeira-ministra do Reino Unido.

13 de Outubro,1925. Nasce Margaret Hilda Roberts na pequena cidade de Grantham, a 170 quilómetros de Londres. Filha de um pequeno comerciante e de uma costureira.

1943- Ingressou na Universidade de Oxford, torna-se presidente da Associação Conservadora da Universidade dois anos depois.

1947- Conclui a formação em Química.

1951- Casa com Denis Thatcher, alto executivo da indústria petrolífera.

1954- Enquanto exercia química, numa fábrica de plástico, estuda Direito e torna-se advogada.

1959- Inscreve-se no Partido Conservador, do qual o marido é membro, e nas eleições desse mesmo ano conquista um lugar na Câmara dos Comuns. Imediatamente é notada ao fazer o seu discurso sobre um projecto lei proposto por ela, que dava acesso aos jornalistas nas reuniões do poder local. O projecto torna-se lei.

Outubro, 1961- Thatcher é nomeada secretária de Estado para os Assuntos Sociais.

1967- Na oposição, integra o governo sombra dos conservadores, sendo a porta-voz para assuntos de combustíveis e energia.

1970- Ministra da Educação no Governo de Edward Heath. Uma das suas medidas mais polémica da "Dama de Ferro": a abolição do leite gratuito para certas categorias de alunos.

1975- Líder destacada na ala mais direitista do Partido Conservador, substitui Heath na direcção. Para inverter da crise da economia britânica, defende menos Estado e a implementação de um vasto programa de privatizações.

4 de Maio de 1979- Toma posse como primeira- ministra. Os conservadores vencem as eleições por ampla margem.É a primeira mulher a ocupar esse cargo no Reino Unido.

Dezembro , 1979- Thatcher acusa Leonid Brejnev pela ocupação soviética do Afeganistão. Em Londres, dirige ao embaixador russo uma "repreensão inteiramente fora da tradição no serviço diplomático".

1981- Uma sondagem de opinião pública considera-a como o mais impopular primeiro-ministro britânico de todos os tempos.

2 abril, 1982- Início da Guerra das Malvinas (conflito armado entre Argentina e o Reino Unido pela soberania daquelas ilhas), que termina em Junho com a vitória dos ingleses. No mesmo ano, apesar da recessão e da desemprego, Thatcher vence a eleições com a maioria mais folgada conseguida por um candidato desde 1935.

17 a 19 de Abril, 1984- Visita oficial, de três a dias, da primeira-ministra-britânica a Portugal. Thatcher anuncia apoio à entrada de Portugal na Comunidade Económica Europeia.

12 Outubro, 1984- Uma bomba explodiu no Grand Hotel, em Londres, onde estavam Thatcher e os principais membros do seu Governo na Convenção Anual do Partido Conservador. O atentado é reivindicado pelo IRA (Exército Republicano Irlandês). Morreram quatro pessoas e, pelos menos, trinta ficaram feridas - entre elas, o Ministro da Indústria e Comércio, Norman Tebbit, e um dos líderes do Partido Conservador, John Wakegam. "Thatcher vai compreender agora que a Grã-Bretanha não pode ocupar o nosso país", afirma o IRA, no comunicado em que reivindicou o atentado.

1987- Vence de novo as eleições, desta vez com margem reduzida. Cresce a contestação ao seu Governo, mesmo no interior do seu partido, devido à posição sobre a integração europeia e a moeda única. "Em minha opinião, já nos rendemos muitos" - afirma, na Câmara dos comuns, ao denunciar os planos para a união económica monetária.

3 Setembro, 1990- Numa entrevista a uma televisão britânica, Thatcher defende: Reino Unido, França e outros membros da Comunidade Económica Europeia deveriam unir esforços para evitar que a CEE fosse controlada pela Alemanha unificada.

18 de Setembro, 1990- Num discurso no Parlamento checoslovaco, a primeira-ministra britânica apresenta desculpas formais ao povo checoslovaco pelo Tratado de Munique, de Setembro de 1938, no qual a Grã-Bretanha adoptou uma política de não confrontação com Adolf Hitler nesse país da Europa Central.

13 de Novembro, 1990- O vice-primeiro-ministro, sir Geoffrrey, lança um forte ataque ao estilo de liderança de Thatcher durante o discurso oficial no Parlamento sobre a sua demissão. Abandonava o cargo, afirma, devido à hostilidade da primeira-ministra em relação à integração europeia.

22 Novembro, 1990- Thatcher anuncia a sua demissão. O ministro dos Negócios Estrangeiros, Douglas Hurd, e o ministro das Finanças, John Major, entram na corrida à liderança do partido.

Setembro, 1991- A antiga primeira-ministra britânica ganha mais dinheiro em nove dias de conferências no Japão do que nos seus onze anos na chefia do Governo. Por cinco discursos e oito alocuções mais breves, Thatcher recebia um milhão de dólares.

7 de Março, 1991- O presidente norte-americano, George Bush, condecora Thatcher, na Casa Branca, com a Medalha da Liberdade. A condecoração distingue as pessoas que "deram uma contribuição meritória especial à segurança e aos interesses nacionais dos Estados Unidos ou à paz mundial".

Maio de 1991- Numa entrevista a revista Vanity Fair, Thatcher confessa que o seu afastamento da chefia do Governo a destroçou. "Às vezes pergunto-me: que dia é hoje? Uma coisa que nunca aconteceria no número 10 de Downing Street".

5 Junho, 1992- A antiga primeira-ministra britânica recebe o título de baronesa, que lhe permite regressar ao Parlamento, com presença garantida na Câmara dos Lordes. No entanto, para a "Dama de Ferro", foi apenas um título: "Sempre me desembaracei bem como senhora Thatcher. Foi com este nome que fui conhecida durante os meus 31 anos no Parlamento e é com este nome que quero continuar a ser conhecida".

16 de Outubro, 1998- O ditador chileno Augusto Pinochet foi detido em Londres, onde se encontrava para tratamento médico. A prisão obedecia a um mandato e busca e apreensão "com fins de extradição" para Espanha, expedido pelo juiz Baltasar Garzón. Fica detido em prisão domiciliar, sendo libertado por razões médicas. A ex-primeira-ministra visitou Pinochet, e usou de seu prestígio para pressionar o Governo britânico a libertar o ditador - "um amigo que ajudou a combater o comunismo".

 

fonte: wikipedia e Dn globo



Artigos Relacionados

Quem é Kristalina Georgieva?


Apontamentos sobre Rodavan Karadzic


Quem foi Antonio Stradivari?


Quem foi Vasco Fernandes?


Quem foi Horatio Nelson?


Quem foi Madame Tussaud?


Quem foi Christopher Wren?


Quem foi Napoleão Bonaparte?


Quem foi Arthur Colley Wellesley - Duque de Wellington?


Quem foi William de Conqueror?


Quem foi Humberto delgado?


Os filmes de Manoel de Oliveira


Quem foi Michael Biberstein?


Quem é Oskar Lafontaine?


Quem foi James Tobin?


Quem é Ben Bernanke?


Anne Frank - algumas curiosidades


Quem foi Bigas Luna?


Quem foi Larry Hangman?


Quem foi Vasco Santana?


Quem foi Benito Mussolini?


Quem foi Azeredo Perdigão?


Quem foi Carlos Paredes?


Whitney Houston - Discografia


Quem foi Afonso Costa?


Quem foi Wangari Maathai?




Artigos - Categorias
» Astrologia » Astronomia » Ciência » Ecologia
» Economia » Educação » Feiras e Festivais » Física
» Gastronomia tradicional » Geografia » Geologia » Gerais
» História » Lendas popularas » Lengalengas » Literatura
» Mezinhas e Curas » Opinião » Orações » Países
» Palavras e Expressões » Personalidades » Politica » Provérbios
» Psicologia » Religião » Saúde » Sensacionalistas
» Sociedade » Tecnologia



Contato: mail@artigosenoticias.com   |   SAPO MAIL   |   HOTMAIL  |   GMAIL