Códigos Postais de Portugal Índices - bolsa de lisboa - cotações - psi20 Farmácias de Serviço online
Expresso RTP Público C. Manhã D. Notícias J. Negócios D. Economico Deco TSF Exame Horoscopo Record Jornal I Emprego news Artigos


Últimos artigos
Rankings das escolas do ensino básico 2016 - Educação
Rankings das escolas secundárias 2016 - Educação
O que é a reflação? - Economia
O que é o prémio "Europeu do Ano"? - Gerais
Quem é Kristalina Georgieva? - Personalidades
Voo MH17 - Resultados do inquérito ao abate do avião - Gerais
Apontamentos sobre Rodavan Karadzic - Personalidades
Quem foi Antonio Stradivari? - Personalidades


Quem foi Vasco Fernandes? - Personalidades
Quem foi Horatio Nelson? - Personalidades
Quem foi Madame Tussaud? - Personalidades
Quem foi Christopher Wren? - Personalidades
Quem foi Napoleão Bonaparte? - Personalidades
O que foi a Batalha de Waterloo? - História
Quem foi Arthur Colley Wellesley - Duque de Wellington? - Personalidades

Serviço de finanças

Telefone e emails dos serviços de finanças

Serviço de bombeiros

Centros de saúde





Freguesias


Aveiro


Beja


Braga


Bragança


Castelo Branco


Coimbra


Évora


Faro


Guarda


Leiria


Lisboa


Portalegre


Porto


Santarém


Setúbal


Viana do Castelo


Vila Real


Viseu


Funchal


Ponta delgada


Horta


Angra do Heroísmo


Petróleo Brent

Quem foi Martinho Lutero?



:. Martinho Lutero (1485 - 1546) foi um filósofo e teólogo alemão, precursor da reforma religiosa. De origem modesta, estudou em várias universidades, onde obteve, em 1505, o grau de Mestre em Artes na Universidade de Erfurt. .:



Autor: Isabel Maria
Data: 2016-02-05


Martinho Lutero (1485 - 1546) foi um filósofo e teólogo alemão, precursor da reforma religiosa. De origem modesta, estudou em várias universidades, onde obteve, em 1505, o grau de Mestre em Artes na Universidade de Erfurt. Chegou a iniciar estudos de direito pouco tempo antes de professor na Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho. Foi professor de Filosofia Moral em diversas escolas, e de Escritura na Universidade de Wittenberg, onde se doutorou em 1512. Até 1518 dedicou-se profundamente ao estudo da Bíblia, vindo a ser o maior exegeta(Exegese, portanto, é a denominação que se confere à interpretação das Sagradas Escrituras desde o século II da Era Cristã.) do seu tempo em relação às escrituras sagradas. Neste período, foi construindo, certamente, as bases da reforma religiosa que o haviam de celebrizar. Preocupado com um sentimento de culpa, Lutero procura um Deus misericordioso que receba um pecador de forma gratuita, isto é, sem o ónus de ter de pagar pelos pecados. Esta posição põe-no em profundo desacordo com o Papa que prega a crescente venda de indulgências (Durante a Idade Média a Igreja Católica tinha um enorme poder político e económico. Nesta época, a igreja também ficou conhecida pela venda de indulgências, ou seja, concedia o perdão divino para qualquer pessoa que pagasse por isso.) aos pecadores. Contra a pregação das referidas indulgências por João de Tetzel, Lutero prega alguns sermões, em 1517. No mesmo ano, tem uma disputa teológica sobre o mesmo assunto em que põe em causa o poder do Papa. Ainda em 1517, são as célebres 95 Teses, escritas em latim, que marcam o ponto de partida do movimento da reforma. Rapidamente traduzidas em várias línguas, a teses tiveram rápida divulgação e motivaram uma enérgica reação papal. O processo arrastou-se por alguns anos, tendo termina com a excomunhão de Lutero pelo Papa Leão X, pressionado pelos bispos alemães. Entretanto, Lutero, que não pretendia afastar-se da Igreja mas apenas melhora-la, vai escrevendo os textos complementares da reforma: A nobreza da Nação Alemã, Da Liberdade do Cristão, Do Cativeiro Babilónico da Igreja, e empreende a tradução da Bíblia, ao mesmo tempo que ataca os votos monásticos religiosos. Pronunciada a excomunhão, em 1512, Lutero refugiou-se no castelo de Wartburg, sob a proteção de Frederico III, o Sábio. Desligado dos votos, casou-se, em 1524, com uma ex-freira de nome Katharine von Bora. Nos anos posteriores trabalhou ativamente na construção da nova Igreja, nomeadamente nos aspetos litúrgicos. Lutero foi um orador brilhante e um prosador vigoroso, sem em muitos aspetos, um inovador da língua alemã. As divergências mais marcantes com o catolicismo de Roma foram: Contestação do poder papal; liberdade de análise de textos bíblicos; reformas nos estudos eclesiásticos e oposição ao celibato dos padres.



Artigos Relacionados

O que foi a Batalha de Waterloo?


O que são Beak-heads (Beakheads)?


O que foi o Cisma do Oriente?


Apontamentos sobre a Renânia


Chefes de governo / Primeiros ministros de Portugal


O que foi a guerra dos cem anos?


Períodos, idades e épocas da história


Governo de D. Teresa - História de Portugal


Governo de D. Henrique - História de Portugal


Conde D. Henrique e D. Teresa - História de Portugal


O que é o Tratado de Windsor?


O que foi a Conferência de Berlim?


Ultimato Inglês e o mapa cor-de-rosa


Lista de Reis de Portugal


Presidentes da República Francesa


Chefes de governo do Reino Unido


Lista de chefes de governo da Alemanha


O que foi o "Domingo sangrento" ("Bloody Sunday")


O que foi o Regicídio de 1908?


Governantes Portugueses no século XX


União europeia - Estados Membros




Artigos - Categorias
» Astrologia » Astronomia » Ciência » Ecologia
» Economia » Educação » Feiras e Festivais » Física
» Gastronomia tradicional » Geografia » Geologia » Gerais
» História » Lendas popularas » Lengalengas » Literatura
» Mezinhas e Curas » Opinião » Orações » Países
» Palavras e Expressões » Personalidades » Politica » Provérbios
» Psicologia » Religião » Saúde » Sensacionalistas
» Sociedade » Tecnologia



Contato: mail@artigosenoticias.com   |   SAPO MAIL   |   HOTMAIL  |   GMAIL